Share
Afinal, o que significa ser o último Jedi?

Afinal, o que significa ser o último Jedi?

Bem, seguindo a imagem de capa está meio óbvio que o último Jedi ao qual o título do oitavo filme da franquia se refere é o próprio Luke Skywalker interpretado, como todos sabem, por Mark Hammil. E quem deu essa resposta foi o diretor do filme Rian Johnson em uma entrevista para o programa Good Morning America.

Mas, depois do lançamento do teaser ficamos em dúvida sobre o que isso significa para a franquia e, óbvio, para o futuro de todos os Jedi. Porque ainda temos Rey e Kylo-Ren, sem esquecer do Finn, que possuem habilidades não apenas com a força, mas também com sabres de luz, então, se for mesmo o fim dos Jedi como anunciou Luke no teaser, aonde esses três e futuros Jedi se encaixariam?

Pois bem, de acordo com o que conhecemos dos ensinamentos de Star Wars é provável que isso signifique o anúncio dos Grey Jedi ou Jedi Cinza. Porém, antes de explicar esse conceito é bom lembrar que nem Rey nem Kylo-Ren podem ser considerados Jedi tendo em vista que a órfã não possui qualquer treinamento e Kylo virou as costas para a família, abandonando o treinamento com o Tio, preferindo seguir os passos de seu avô e, consequentemente, o lado dos Sith. Reforçando assim que Luke na atual conjectura dos acontecimentos é de fato o último Jedi por ter concluído o aprendizado com o Mestre Yoda. Logo, pode estar desacreditado com os Jedi para entoar palavras tão fortes no teaser, e quem sabe também após descobrir o que seu pupilo fez ao seu melhor amigo, tenha decidido que era a hora de mudança e não mais Jedi ou Sith e sim instaurar a ordem dos Jedi Grey a fim de criar um equilíbrio na força. Mas, o que seriam eles?

A ordem dos Grey Jedi estaria entre a dos Jedi e dos Sith, o qual o nome diz tudo, são tons de cinza, existindo uma harmonia entre ambos ensinamentos das outras duas ordens. Onde não é preciso abdicar de um sentimento ou enaltecê-lo para fazer uso da força. E dada a batalha entre Kylo-Ren, Rey e Finn em Star Wars: O Despertar da Força diria que me parecem muito propensos a pertencer a esse grupo e talvez essa seja a visão de Luke Skywalker ao tomar conhecimento de tudo e até mesmo aceitar Rey como sua pupila, o que todos esperamos que aconteça.

Nada sobre isso foi explicitamente dito durante a convenção Star Wars Celebration até o momento, todavia a imagem apresentada no trailer e posta aqui em destaque é bem clara e não deixa duvidas que algo relacionado a essa ordem será mostrada. O que pode fazer alguns fãs torcerem o nariz tendo em vista que não é lá uma ordem muito famosa, onde as pessoas preferem escolher entre Jedi ou Sith, sem ficarem pelo meio do caminho ou como alguns apontariam, em cima do muro. De qualquer modo, é preciso levar em conta tudo o que temos visto na franquia desde o começo e que possivelmente essa seja uma boa solução, inteligente até dependendo de como implementada. Mas, não vamos ser apressados e pular na frente de uma X-Wing por enquanto e esperar pacientemente até Dezembro para ver o que vai acontecer em Star Wars: Os Últimos Jedi.