Share
“Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” [sem spoilers]

“Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” [sem spoilers]

Em Animais Fantásticos e Onde Habitam, Newt Scamander depois de muita confusão em Nova York, consegue identificar e capturar Grindelwald. Meses se passam e o vilão está prestes a ser enviado para a Europa a fim de pagar por seus crimes. Porém, consegue escapar e dá-se então início a essa nova caçada. Só que dessa vez não são os animais que vão dar trabalho para Newt.

A preocupação em dar continuidade a uma nova franquia dentro do universo de Harry Potter é mais do que válida. Ainda que o interesse dos fãs permaneça o mesmo, existem percalços a serem superados para que essa nova história seja no mínimo coerente. E o principal deles é dar seguimento as histórias de cada personagem. Tanto os novos, quanto os antigos.

Inevitavelmente, alguns acabam tendo mais peso na trama do que outros, o que não aconteceu no primeiro filme. Newt, por exemplo, continua em evidência, como deve ser e aprendemos um pouco mais do seu passado em Hogwarts, sua ligação com Leta Lestrange e também sobre sua conturbada relação com o irmão Teseu. Por outro lado, não houve uma significante evolução do seu romance com Tina Goldstein. Aliás, as irmãs Goldstein ficam quase que em segundo plano em Os Crimes de Grindelwald. O romance entre Jacob e Queenie é confuso e raso ao mesmo tempo. Embora seja necessário para somar ao conjunto da obra, pareceu inserido de qualquer maneira. E o fato de Tina ter sido promovida não teve um significado tão relevante para a trama.

Na outra ponta temos a tão esperada aparição de Grindelwald e seus discípulos. O vilão não se destacou no quesito atuação, tendo poucas e comedidas falas, mas compensa na maldade. Diria até que nesse ponto ele tem menos escrúpulos do que Voldemort. Todavia, pode não ser o que os fãs estavam esperando ver. Grindelwald é um bruxo de com grande poder de oratória e que fala exatamente o que os outros querem ouvir. Por isso consegue tantos discípulos e seguidores. Sua viés tende a ir para um lado mais político, onde ele quer tirar a comunidade bruxa do anonimato e colocá-los como sendo superiores aos não-bruxos. E para tal não vai medir esforços.

E já que os animais fantásticos são o ponto de partida dessa franquia, aqui eles não tiveram tanto destaque. Fomos apresentados a novas espécies, Newt captura mais um para o seu centro de cuidados e treinamento e o Pelúcio continua roubando a cena. Entretanto, parece que cada vez mais vão ser empurrados para o canto e usados apenas como artifício a fim de justificar a presença de Newt Scamander nessa história. E sem dúvida merecem mais do que o papel de coadjuvante.

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald possui todos os elementos mágicos que fazem parte desse rico universo. Impossível não suspirar ao ver aquela cena em plano aberto do castelo de Hogwarts e reencontrar a sala de aula de Defesa Contra as Artes das Trevas. Contudo, para encaixar todos esses elementos, o filme acaba por ser longo demais e com cenas sem muito propósito. A trama que poderia ser mais dinâmica, tem um desenvolvimento lento. O que quebra o climax em certos momentos do filme. O espectador fica curioso com o que vai acontecer em seguida, mas nota esses momentos que chamamos de ‘barriga’.

De todo modo, o gancho e plot twist os quais ninguém esperava vão deixar todos criando inúmeras teorias até o próximo longa.

P.S: O 3D está muito escuro e prejudica bastante a fotografia e coloração do filme. Espero que as cópias em blu ray e dvd venham corrigidas.
Ficha Técnica
Diretor: David Yates 
Roteiro: J.K. Rowling 
Elenco: Eddie Redmayne, Katherine Waterson, Jude Law, Dan Fogler, Alison Sudol, Ezra Miller, Johnny Depp, Zoe Kravitz, Carmen Ejogo, Claudia Kim, Callum Turner, Victoria Yeates, Ólafur Darri Ólafsson, Kevin Guthrie, Fiona Glasscott 
Duração: 2h14min 
Estreia: 15 de novembro