Share
“Apóstolo” e a fé cega que corrompe vidas

“Apóstolo” e a fé cega que corrompe vidas

Até que ponto o a fé cega pode afetar a vida das pessoas? Sabemos da necessidade do ser humano de fazer parte de um grupo para que possa se sentir aceito. E uma das formas mais eficientes de controle é através do fanatismo religioso.

O filme dirigido e roteirizado por Gareth Evans (Operação Invasão) é um terror de época que conta à história de Thomas Richardson (Dan Stevens de A Bela e a Fera) que tem a missão de resgatar sua irmã que foi sequestrada por uma seita religiosa e levada para uma ilha localizada na costa. Ao chegar lá uma série de mistérios envolvendo a comunidade alinhada a costumes bizarros (como depositar o próprio sangue em potes de vidro) vai despertando nosso medo e curiosidade.

Thomas precisa se infiltrar nessa comunidade e convencer a todos que partilha dessa seita misteriosa ganhando a confiança dos líderes enquanto corre contra o tempo, pois eles sabem que existe um intruso na ilha.

O ritmo de Apóstolo começa lento e vai aumentando gradativamente. Há momentos de tensão e na medida em que Thomas vai investigando o paradeiro da irmã, vamos entendendo também quem ele é e quais são seus traumas do passado. A atuação de Dan Stevens me pareceu caricata demais em certos momentos. Porém, nada que atrapalhe o desenvolvimento do filme.

Alguns personagens poderiam ser melhores explorados. Como o personagem que funcionava como uma espécie de carrasco executor. Ele é sinistro e sensacional ao mesmo tempo. Chega a ser uma figura fantasmagórica por sua aparência medonha, com o rosto coberto que não nos permite ver sua face e a maneira animalesca com a qual ele faz as execuções. Sem dúvida é o personagem mais assustador do filme e que merecia mais tempo na tela e até mesmo mais cenas.

Uma das coisas que mais chama a atenção do espectador são as mortes e a forma como são feitas. Cada uma delas é bem planejada e cruel, num estilo que muito lembra Jogos Mortais. Acredito que Jigsaw iria aplaudir de pé tamanha violência e engenhosidade.

De maneira geral, Apóstolo é uma obra de terror moderna capaz de proporcionar medo e tensão aos amantes do gênero. Principalmente para aqueles que não se incomodam com cenas violentas. O sobrenatural é um outro ponto de destaque. Está ali presente a todo momento. Sabemos que existe um perigo na ilha, porém, a cegueira da fé é o verdadeiro vilão a ser combatido. Pois, assim como na vida real, a fé cega corrompe pessoas e destrói vidas.

Ficha Técnica 
Diretor: Gareth Evans
Roteiro: Gareth Evans 
Elenco: Dan Stevens, Michael Sheen, Richard Elfyn, Paul Higgins, Bill Milner, Catrin Aaron, John Weldon, Ross O'Hennessy, Gareth Pierce, Rhys Meredith, John Norton, Ioan Hefin, Rhian Morgan, Kristine Froseth, Mark Lewis Jones, Owain Gwynn
Duração: 2h10min 
Serviço: Netflix