Share
Festival de Cannes 2015: 8 filmes para ficar de olho!

Festival de Cannes 2015: 8 filmes para ficar de olho!

O famoso Festival de Cannes teve início essa semana em 13 de Maio e acontece até o dia 24 desse mesmo mês. Ao todo serão exibidos 47 filmes entre competições e curtas-metragens.

O pôster escolhido para ilustrar o 68º Festival (como a capa desse post) possui a foto da estrela e atriz sueca Ingrid Bergman e é um tributo a ela por sua contribuição aos filmes e também por ter feito parte do Juri Presidente em 1973. Como parte do tributo a Bergman será exibido o documentário Ingrid Bergman: In Her Own Words durante o festival.

Correndo por fora de qualquer competição está o blockbuster de George Miller Mad Max: Estrada da Fúria. O festival tem procurado abraçar um filme mais comercial por ano como foi com Transformers em 2014, por exemplo.

Veja agora a lista de 8 filmes lançados no festival e que vão receber/ou não uma atenção especial quando entrarem de fato em circuito.

Carol

(Direção de Todd Haynes com Cate Blanchett e Roonie Mara)

carol

O filme de Haynes é um dos mais aguardados e é seu primeiro a competir no Festival desde 1998. Blanchett e Mara estrelam o longa sobre uma história de amor entre duas mulheres no idos da década de 50 e é baseado no livro de Patricia Highsmith The Price of Salt.

Sicario

(Direção de Denis Villeneuve com Emily Blunt, Josh Brolin e Benicio del Toro)

sicario

Villeneuve é bastante conhecido por seus filme como Incêndio, Os Suspeitos e O Homem Duplicado. Há ainda rumores de que ele irá dirigir a sequência de Blade Runner. Será que esse novo drama sobre uma policial do Arizona (Blunt) que vai precisar atravessar a fronteira com dois mercenários (Brolin e del Toro) para caçar um perigoso traficante manterá o mesmo nível dos demais?

Louder Than Bombs

(Direção de Joachim Trier com Gabriel Byrne, Jesse Eisenberg, Amy Ryan, David Strathairn, Rachel Brosnahan e Isabelle Huppert)

louder-than-bombs-posting-featured-image-20150416

Um pai e dois filhos precisam confrontar seus diferentes sentimentos e memórias enquanto lutam com a perda da esposa e mãe, fotógrafa famosa por cobrir guerras. É o primeiro longa em inglês do diretor que até então fazia apenas filmes em seu idioma nativo, o norueguês.

Youth

(Direção de Paolo Sorrentino com Michael Caine, Harvey Keitel, Jane Fonda, Rachel Weiz e Paul Dano)

Youth-Movie-2015

O vencedor do Oscar por Grande Beleza, Sorrentino vai lançar em Cannes seu segundo filme em inglês que tem como protagonista um maestro aposentado (vivido por Caine) e seu amigo diretor Mick (Keitel) decidem sair de férias e vão para os Alpes quando recebem o convite da Rainha Elizabeth II para se apresentarem no aniversário do Príncipe Phillip.

Macbeth

(Direção de Justin Kurzel com Michael Fassbender e Marion Cotillard)

macbeth

O diretor australiano Kurzel decidiu trazer sua interpretação do clássico literário de Shakespeare para a competição de Cannes. Fassbender interpreta Macbeth e Cotillard é sua Lady Macbeth. Para aqueles que não conhecem o filme vai narrar a história de um destemido guerreiro e líder que é derrubado por sua ambição. Uma adaptação brilhante e dramática em tempos de guerra se esse fosse o cenário imaginado pelo autor da obra e seus personagens incríveis, em terras escocesas devastadas por batalhas.

Cemetery of Splendor

(Direção de Apichatpong Weerasethakul)

cemetery-of-splendor

O diretor tailandês retorna à Cannes após ganhar a Palme d’Or em 2010. Seu novo filme gira em torno de uma dona de casa de meia idade que cuida de um jovem soldado com problemas de insônia e acaba se encantando por ele. Em sua jornada a dona de casa vai aprender mais sobre si mesma e o mundo a sua volta. Descrito por quem assistiu como mágico.

The Lobster

(Direção de Yorgos Lanthimos com Colin Farrell, Rachel Weisz, John C. Reilly, Lea Seydoux e Ben Whishaw)

lobster-reilly-whishaw-farrell

Nessa estranha história de amor que se passa no futuro, as pessoas são forçadas a encontrar um par dentro de 45 dias. Se falharem, serão transformadas em animais e soltas em seus habitats. Porém, um homem consegue escapar do seu destino e encontra o amor. É o primeiro filme em inglês do diretor grego Lanthimos.

A Tale of Love and Darkness

(Direção de Natalie Portman)

tale-of-love-and-darkness-cannes

Natalie Portman estréia como diretora e terá seu longa exibido em uma sessão especial em Cannes. O drama que foi todo filmado em hebraico é baseado na vida do escritor e jornalista israelense Amos Oz cuja memória centraliza em seu relacionamento com sua mãe que se suicidou quando o menino tinha apenas 12 anos. Portman levou oito anos para concluir o roteiro e encontrar investidores, para os quais ela tinha que salientar que queria que o filme fosse todo feito em hebraico.

Os filmes entrarão em circuito nacional em diferentes datas a partir de Julho deste ano.