Share
“Godzilla 2: O Rei dos Monstros” é na real um Deus

“Godzilla 2: O Rei dos Monstros” é na real um Deus

Godzilla 2: O Rei dos Monstros é o terceiro filme do universo de monstros da Legendary Pictures. Teve início em 2014 com o primeiro Godzilla que recebeu uma crítica dividida. Tinha foco maior nos personagens humanos, e vendendo o filme em cima do sucesso de Bryan Cranston. Na época o ator estava em alta com Breaking Bad. No final ele tem uma participação pequena no filme.

Em 2017, o segundo filme Kong: A Ilha da Caveira, introduziria King Kong e aumentaria a história da Monarch. A empresa que pesquisava e procurava esses monstros, esses titãs. Kong que se passa nos anos 70, mostrou a criatura como um protetor. A linha de defesa contra outras criaturas que habitam o subsolo da Ilha da Caveira. E já está programado para se encontrar com o Godzilla em 2020. Porém, antes desse encontro, Godzilla tem que enfrentar todos os outros monstros que estão ameaçando o mundo. Claro que os humanos inclusos.

Godzilla 2: O Rei dos Monstros traz os monstros clássicos do universo do Godzilla e os apresenta de forma muito fiel ao material original japonês. Principalmente a Mothra que é o único monstro que é realmente bom e tem sua origem muito bem apresentada. Depois do surgimento de Godzilla e a destruição de São Francisco no primeiro filme, o mundo agora teme essas criaturas. E responsabiliza a organização Monarch por não ter divulgado antes que eles existiam e por não entregar as localizações para que os militares pudessem destruí-los.

Ao mesmo tempo, um grupo de eco-terroristas está na missão de libertar todos os monstros para devolver o planeta ao seu equilíbrio natural. O que eles não sabem é que o equilíbrio dentro da sociedade dos monstros também está prestes a ser quebrada. E quando isso acontecer, vai libertar a fúria desses monstros no mundo e apenas Godzilla é capaz de salvar a raça humana.

Esse filme, diferente do primeiro, não esconde os monstros e não tenta construir uma história coerente com os humanos. Logo no início já temos uma grande batalha dos monstros. As cenas de luta entre eles são fantásticas, entretanto, o ponto alto do filme é que dessa vez os monstros realmente são os protagonistas. Seguindo muito mais a linha apresentada em lá em Kong.

Além de Godzilla e Mothra temos também Rodan e King Ghidorah como os principais monstros. Outros titãs surgem mais para o final, mas a trama principal se desenvolve entre esses quatro citados. Visualmente eles estão incríveis. As lutas são grandiosas e fazem você se empolgar. A parte dos humanos não é tão importante e eles estão ali para cumprir duas funções bem simples: morrer ou serem testemunhas da luta entre os titãs.

Godzilla 2: O Rei dos Monstros vale ser apreciado na tela grande. Na verdade, quanto maior melhor, pois assim vai enaltecer a grandiosidade dos monstros e eles merecem tudo isso.

Ficha Técnica
Diretor: Michael Dougherty
Roteiro: Michael Dougherty, Zach Shields 
Elenco: Kyle Chandler, Vera Farmiga, Millie Bobby Brown, Ken Watanabe, Ziyi Zhang, Bradley Whitford, Sally Hawkins, Charles Dance, Thomas Middledtich, Aisha Hinds, O'Shea Jackson Jr., David Strathairn, Anthony Ramos, Elizabeth Ludlow, Jonathan Howard 
Duração: 2h11min 
Estreia: 30 de maio