Share
HQ: “Talvez Seja Mentira” de Shiko

HQ: “Talvez Seja Mentira” de Shiko

Um dos maiores pecados da atualidade, não tem nenhuma ligação com roubo, mortes e traição. Provavelmente o mais terrível pecado cometido nos dias atuais é não conhecer e reconhecer o artista brasileiro que está sempre presente nas listas de melhores quadrinistas nesses últimos anos: Shiko.

Talvez Seja Mentira é um quadrinho tão curto que qualquer detalhe mal contado estragaria a experiência dessa história. Então, vamos falar um pouco sobre o autor, para que você não termine esse texto em apenas um piscar de olhos.

Shiko (Francisco José Souto Leite) é um artista paraibano que conquistou o Brasil, quiça o mundo, com seus trabalhos principalmente realizados com nanquim e aquarela.
Seu nome foi catapultado para o mainstream quando foi convidado para participar de uma graphic novel de um dos personagens da Turma da Mônica, e assim nasceu o livro Piteco-Ingá.

Antes de trabalhar com editoras, Shiko sempre desenvolveu seu traço autoral com zines, quadrinhos independentes, ilustrações e também explorando suas ideias com o grafite. É um artista completo. Que tem um traço inconfundível e que encanta qualquer um!

Não é nenhuma pretensão se falarmos que Shiko é um dos melhores artistas brasileiros na ativa. Porem, falaremos mais de outras obras e do próprio artista em novas resenhas, futuramente.

Talvez Seja Mentira, é uma história em quadrinhos erótica e completamente alucinante e contém uma arte estonteante da primeira a última página. Shiko divide a autoria do roteiro com Bruno R, e seu lançamento foi em 2015
  
A história nos leva a vida de uma moça que abandonou seu curso, gosta de musica velha e filmes ruins, gosta de fotografar estranhos e registra suas relações, suas aventuras, suas amizades em pinturas que nunca ninguém viu.
Aos poucos vamos conhecendo a rotina através da narrativa de uma outra pessoa, que assim como nós, acabou de conhecer esse lado intimo dessa mulher intrigante.

Como disse, não posso contar muito, estragaria completamente as viradas do conto, que é tão bem escrito, que é tão bem desenhado, que ao final da leitura é necessária aquela balançada de cabeça, para despertar dessa imersão nos traços do autor.

O livro um formato concertina (sanfonado) que aberto tem um metro de largura.  Apresenta  menos de vinte páginas de história, mas o poder narrativo faz você imaginar que ali dentro, tem muito mais.

Talvez Seja Mentira é um quadrinho difícil de conseguir atualmente, pois, está esgotada pelo fornecedor. Mas se você der aquela procuradinha básica, você encontra pessoas que estão passando pra frente as suas edições. De qualquer forma, vale muito a pena — caso você não conhecia o Shiko — a partir de hoje, acompanhar esse artista brasileiro que a cada trabalho te surpreende mais e mais.

Para acompanhar o Shiko e ficar sempre antenado ao que ele vem lançando e/ou nos eventos que ele está participando, você pode segui-lo tanto pelo Facebook, ou pelo Instagram que sempre estão sendo atializados pelo proprio artista.
Facebook : Chico.Shiko
Instagram: @chicoshiko