Share
“Maligno” – O amor por um filho supera tudo?

“Maligno” – O amor por um filho supera tudo?

Enquanto em Ohio um cruel serial killer (Paul Fauteux) é assassinado após uma de suas vítimas conseguir fugir e o entregar às autoridades, longe dali, Sarah (Taylor Schilling) e seu marido John (Peter Mooney) mal podiam esperar pelo nascimento do filho Miles (Jackson Robert Scott).

Miles, desde muito pequeno apresentava uma inteligência acima do normal, e o comportamento muito diferente das outras crianças, mas é aos seus oito anos que sua família começa a perceber que sua inteligência pode ser muito mais do que apenas um QI acima do normal.

Até onde uma família é capaz de suportar a ideia de que há um psicopata em busca de vingança dentro de seu filho?

Sarah leva Miles a um especialista

Perturbador

Maligno foca muito no ponto terror psicológico. Para pessoas que são fracas a esse tipo de construção, recomendo que não assistam. Algumas cenas podem beirar o gore para quem tem o estômago fraco. É quase inacreditável para uma família acreditar que seu filho possui dentro de si a alma de um psicopata. Então, além de toda a questão psicológica dos atos da criança, se tornam pano de fundo à crise que se inicia entre os pais que tem o casamento balançado pelas situações criadas pelo filho.

A construção inicial do filme que faz o paralelo do assassino sendo morto a tiros, em comparação com o bebê recém nascido com marcas de sangue nos mesmos locais foi bem desenvolvida. Isso já demonstra um extremo cuidado da produção em querer demonstrar por detalhes.

Sarah e Miles

Não sei até onde estudiosos de reencarnação aceitam a ideia de que possam haver duas almas habitando um mesmo corpo. Sendo que, no caso, uma delas passa para o recém-nascido do horário próximo de sua morte. Entretanto, como um artifício de roteiro funciona bem.

Maligno foca no relacionamento de Sarah e Miles, e no sentimento de uma mãe por um filho de protegê-lo. E o filme faz com que  a gente também se se senta perturbado como Sarah em meio aos acontecimentos.

Ficha Técnica
Diretor: Nicholas McCarthy
Roteiro: Jeff Buhler
Elenco: Jackson Robert Scott, Taylor Schilling, Peter Mooney, Colm Feore, Paul Fauteux, Brittany Allen, Paula Boudreau, Elisa Moolecherry, Olunike Adeliyi, Janet Land, Martin Roach, Byron Abalos, Ashley Black, Tristan Vasquez, Nicholas McCarthy
Duração: 97 minutos
Estreia: 14 de março