Share
O meloso “A Música da Minha Vida”

O meloso “A Música da Minha Vida”

Quantos de nós não usamos música para nos inspirar e até mesmo nos locomover no dia a dia? A música é uma poderosa ferramenta que motiva e impulsiona nossas vidas. É mais ou menos essa a premissa de A Música da Minha Vida. O longa se baseia na história real de um adolescente paquistanês na década de 80 que usou as músicas do cantor americano Bruce Springsteen para encontrar um rumo na vida.

A Música da Minha Vida peca em uma série de quesitos, porém, a principal é não se definir enquanto filme. Hora é um musical, hora é um drama, hora é um filme de transição – gênero que acompanha o protagonista da infância e/ou adolescência para a vida adulta, como o clássico Conta Comigo, por exemplo. Tal problema acaba por dividir o filme em blocos que não dialogam bem um com o outro. Isso acaba por influenciar na dinâmica do longa como um todo, pois, cada um desses blocos possui um ritmo próprio. Nem mesmo quando o protagonista descobre as canções de Bruce Springsteen o longa apresenta uma melhora.

A Música da Minha Vida

Nesse ponto, as músicas que deveriam ajudar, acabam sobrecarregando o longa. Por mais que a intenção tenha sido positiva, há de se levar em conta que nem todos conhecem o artista. Assim sendo, as explicações sobre as letras, porque elas encaixam aqui e ali, quem era Bruce Springsteen, atrapalham tanto a evolução da trama quanto do protagonista. Perde-se tempo repetindo fatos na vida de Javed – como a sua relação com a família, por exemplo – que o espectador se sente anestesiado e então, se desconecta da história. O que faz com o momento de virada passe desapercebido e então, sobem os créditos.

Por mais que A Música da Minha Vida tente bastante cativar o público, não tem material para um filme. A trama sofre por ser extensa demais, falta identificação própria e o excesso de canções, inseridas de qualquer jeito, não agrega ao produto final. Teria sido melhor aprender sobre a história de Javed assistindo a uma reportagem ou lendo um artigo na internet.

FICHA TÉCNICA
Diretor: Gurinder Chadha 
Roteiro: Paul Mayeda Berges, Gurinder Chadha, Sarfraz Manzoor
Elenco: Viveika Kalra, Kulvinder Ghir, Meera Ganatra, Aaron Phagura, Dean-Charles Chapman, Nikita Mehta, Nell Williams, Tara Divina, Rob Brydon, Frankie Fox, Hayley Atwell, Sally Phillips 
Duração: 1h58min 
Estreia: 19 de setembro