Share
O que esperar da 3ª temporada de “1 Contra Todos”

O que esperar da 3ª temporada de “1 Contra Todos”

Após ter se consolidado como a segunda série da Fox mais vista no Brasil – atrás apenas de The Walking Dead, 1 Contra Todos retorna em com uma terceira temporada que promete ser movimentada.

Na semana passada, o Media Geek acompanhou a première do primeiro episódio da temporada e conversou com algumas pessoas do elenco. Estiveram presentes no evento todo o elenco principal, o diretor Breno Silveira, produtores e convidados.

“O trabalho que a gente busca fazer é o de quebrar os estereótipos e trazer algo genuíno. É um exercício de contar uma história. Estamos a três temporadas contando essa história, sem perder de vista as personagens, com todas as camadas, desenhos e possibilidades que elas podem ter ao longo do tempo”, comentou o ator Sílvio Guindane, que interpreta “Mãe”, uma das personagens mais populares da série.

O primeiro episódio da terceira temporada dedica os minutos iniciais para situar o espectador nos conflitos do protagonista vivido por Júlio Andrade. A disposição dos elementos cenográficos somados a uma boa fotografia são reveladores do drama vivido por Cadu. Após sobreviver à prisão, ser alçado a político e conhecer a glória, a vida do protagonista começa a desmoronar. Com a carreira e a reputação acabadas, Cadu dedica as poucas forças que ainda tem para tentar reconstruir a sua família.

Com um ritmo frenético que equilibra boas cenas de ação e arcos dramáticos, a terceira temporada tem tudo para dar seguimento à qualidade das duas anteriores. A diferença aqui está nos obstáculos a serem enfrentados pelo protagonista. A impressão que temos ao fim do primeiro episódio é a de que Cadu está no seu limite. Uma história baseada em tantas mentiras e disfarces não consegue se sustentar por inteiro e o castelo de cartas já começa a desmoronar.

É preciso destacar o bom trabalho de direção feito por Breno Silveira. O diretor aposta em ângulos pouco óbvios e trabalha bem o elenco em cena. As atrizes e atores seguem afinados em seus papéis, mas o primeiro episódio é inteiramente dedicado à complexidade do protagonista. Júlio Andrade, indicado ao Emmy Internacional pelo papel, apresenta uma versão mais crua e melancólica de Cadu. A revolta e a sede de justiça que acompanhavam o protagonista nas primeiras temporadas dão lugar à melancolia. Andrade consegue navegar por todas as camadas da personagem e entrega um Cadu crível. A identificação com o personagem é instantânea e o mérito é todo da ótima interpretação do ator. Julia Ianina não fica atrás na pele de Malu, a esposa que já não sabe em quem acreditar e busca recomeçar a vida a todo custo.

A série segue apostando no melodrama como recurso estilístico e vai ampliar as locações para a Bolívia na nova temporada. O caminho de Cadu vai se cruzar com o de Pepe (Roberto Birindelli), chefe do tráfico boliviano. É aí que Pepita, a filha do traficante entra em cena. Interpretada por Julia Konrad, que passa a integrar o elenco na nova temporada, a personagem deverá fazer a mediação entre os dois lados do confronto. “O mote da temporada é a ida do Cadu para a Bolívia para descobrir a operação do Pepe. Lá está Pepita, que a filha do Pepe. Ela e o Cadu vão acabar se envolvendo de alguma forma. A trama dos dois vai se desenvolvendo por aí”, comenta a atriz Julia Konrad.

A série, que já foi renovada para uma 4ª temporada, retorna hoje. O primeiro episódio da terceira temporada de 1 Contra Todos começa às 22h30 na Fox e na Fox Premium 2.