Share
OnBox: “Grace and Frankie” volta com  2ª Temporada mais profunda

OnBox: “Grace and Frankie” volta com 2ª Temporada mais profunda

gradeamaisQuase um ano atrás a Netflix lançava a primeira temporada de Grace and Frankie, uma empreitada inusitada com as atrizes Lily Tomlin e Jane Fonda.

A própria Fonda havia dado entrevistas dizendo que o mercado cinematográfico não oferecia bons trabalhos à atrizes veteranas e que elas só pareciam se encaixar em papéis de mães ou avó de alguém, ignorando o fato de que são mulheres e que a gama para tal é bem maior. Justamente por isso as duas são produtoras executivas da série.

Na primeira temporada Frankie e Grace que sempre se detestaram, foram obrigadas a morar juntas quando seus maridos pedem o divórcio para casar um com o outro. Aos poucos, elas vão aprendendo a conviver e descobrindo que as diferenças não eram tão importantes como pensavam. Principalmente quando só tem uma a outra.

Agora, passada a turbulência do choque, se veem de fato mergulhadas num problema maior: o que fazer da vida?

graceandfrankie4

Logo no primeiro episódio vemos que Robert sofreu um enfarte o que mobilizou a todos. Mesmo não estando confortáveis com a situação, Grace e Frankie ficam ao lado de seus ex-maridos e fazem o possível para ajudar. Inclusive realizam um casamento de emergência para os dois. Porém, nenhuma ação parecer ser o suficiente e as duas continuam vivendo à margem das famílias que ajudaram a criar.

Grace não sabe qual é a posição que deve preencher, ao mesmo tempo em que descobre que não quer mais deitar na cama que fizeram para ela. Suas filhas parecem não importar com sua opinião e em nenhum momento ela é requisitada por Mallory ou Brianna, que preferem pedir o conselho do pai ou mesmo o de Sol. Sua tentativa de construir outro relacionamento amoroso vai terrivelmente por água abaixo e é então que ela se vê cansada de tentar ser alguém que não é, que bem provável, nunca tenha sido. Do outro lado, Frankie enfrenta pequenas batalhas como passar na prova do DETRAN, decidir se deve ou não engatar relacionamento com Jacob e lidar com a vida de futura empreendedora. E no meio de tudo isso é que as duas acabam se completando.

graceandfrankie5

Chega a ser tragicômico a maneira com a qual a família lida com as duas. Quase como se elas tivessem culpa de toda a projeção que eles criaram delas. Culpadas de terem sido traídas por duas pessoas que juraram fidelidade e, ainda por cima, exigem que elas sejam compreensivas, mas ninguém dispõe da mesma empatia com elas. As filhas de Grace acham a mãe prepotente e mandona demais e os filhos de Frankie a acham incapaz de realizar tarefas mais mundanas,alguém que não pode viver sozinha. E nesse meio tempo, enaltecem o relacionamento dos pais como se eles fossem o melhor exemplo do mundo. É ou não é tragicômico?

A cada episódio as duas vão desvendando pedaços de si mesmas e tentando encontrar uma nova razão para viver. Entre momentos tristes e outros bem divertidos, Grace e Frankie traçam planos para o futuro enquanto vão se descobrindo com a ajuda uma da outra. Quem elas foram um dia não existe mais, tampouco tem ideia de quem sejam agora ou o que é permitido fazer ou o que ainda dá tempo de fazer. Nessa temporada o tempo foi o grande inimigo e é um vilão constante na vida de pessoas com idade avançada. Felizmente os roteiristas souberam utilizar de tal tema com maestria e não caiu naquele costumeiro melodrama toda vez que os dois assuntos se misturam.

graceandfrankie2

Grace and Frankie conseguiu progredir bastante nessa segunda temporada, sem perder o humor ácido e tão característico da série, ao passo que soube evoluir sutilmente os personagens e abordar temas delicados sem parecer piegas. Afinal, não deve ser fácil ter que se reinventar depois dos 70 anos. E se alguém é capaz disso, com certeza deve ser essas duas.

legendagrades1