Share
OnBox: “Shades of Blue” – 1ª Temporada

OnBox: “Shades of Blue” – 1ª Temporada

gradebDe início pode parecer que uma série que tenha Jennifer Lopez e Ray Liotta nos papéis principais não deve ser levada a sério. Felizmente, são pré-conceitos que acabam caindo logo nos primeiros episódios e vemos que Shades of Blue foge um pouco dos padrões.

A Detetive Harlee Santos (Jennifer Lopez) trabalha juntamente com outros policiais no Distrito 64 em Nova York e precisa obedecer as ordens de seu superior Wozniak, vivido por Ray Liotta. Acontece que Wozniak montou uma força policial bem peculiar com outros quatro integrantes e eles são conhecidos por prestar favores extras à comunidade. Favores que acabam por garantir a segurança do comércio local e uma verba a mais no bolso de cada um. Entretanto, a vida deles está prestes a mudar quando o FBI passa a suspeitar de suas atividades ilícitas e Harlee é pega como informante.

E o que Shades of Blue tem de tão diferente das outras séries do gênero? Simples, eles decidem mostrar o lado dos policiais corruptos e toda a politicagem que envolve quem está nesse meio.

landscape-1447084646-gettyimages-489571884

Geralmente, em séries desse formato, vemos sempre dois lados distintos dentro da força policial e que acaba por culminar num embate pessoal onde o policial bom tentará desmascarar os companheiros e levar todos a justiça. Pois bem, aqui não tem nada disso, o que é um sopro de alívio.

A trama gira mais em torno de pressões psicológicas e na distorção de fatos até que eles se tornem verdades absolutas. E é isso que leva Harlee e seus companheiros a aceitarem os trabalhos oferecidos por Wozniak. A princípio eles acreditam na história de que estão fazendo um bem ao distrito em manter as ruas limpas de traficantes, já que eles controlam todo o mercado de drogas, ainda que não cheguem a colocar as mãos nos pacotes. Entretanto, conforme o dinheiro vai entrando e de modo gradual, o que antes era um propósito acaba virando desculpa para justificar as ações de todos eles.

Harlee e Wozniak são os personagens mais bem trabalhados na temporada inteira e os únicos dos quais descobrimos motivos por terem optado pelo lado negro da força policial. A personagem de Lopez tem uma dívida pessoal enorme com o chefe e isso faz com que os dois estreitem mais essa relação o que acaba interferindo no comportamento de Harlee quando ela é pressionada pelo Detetive Stahl. A moça se vê numa encruzilhada entre salvar a própria pele ou afundar com toda a equipe e até o último episódio, sua escolha não é clara.

shadesofb

Essa dualidade dos personagens, o fato deles transitarem entre tomar as decisões que consideramos corretas ou não faz com que o seriado ganhe uma força tremenda na construção da trama e que se mantém assim, sem oscilar muito em seus 13 episódios. Para um elenco considerado pequeno, todos os personagens conseguem brilhar à sua maneira, mesmo que alguns tenham pouco tempo de tela. As introduções são feitas e a história flui sem problemas ou abalos.

Shades of Blue consegue se sustentar em cima das atuações de Lopez e Liotta o tempo inteiro e são eles que conduzem o restante dos personagens. É uma boa série que dialoga com uma realidade a qual pouco sabemos ou vemos.

legendagrades1