Share
“Ransom” é intrigante mesmo com premissa frágil

“Ransom” é intrigante mesmo com premissa frágil

Ransom é daqueles seriados despretensiosos que prende sua atenção por ser intrigante e apresentar algo novo, mesmo com certas falhas.

A trama gira em torno da empresa Crisis Solution de Eric Beaumont, um negociador profissional. Sua especialidade é a de negociar com os mais diferentes tipos de criminosos e garantir que todos saiam vivos em situações de risco. Sua equipe conta com a investigadora Zara Hallam, o analista comportamental Oliver Yates e a assistente Maxine Carlson, com quem Eric divide um passado. Mas não é um romance, como podem pensar. A mãe de Maxine foi a única refém que Beaumont “perdeu” enquanto esteve no FBI.

Cada episódio tem uma história diferente, com começo, meio e fim e pouco espaço de desenvolvimento dos personagens. Um dos pontos falhos da série, pois ignora o fato de que o espectador precisa estabelecer um vínculo com os personagens. Caso contrário, diminui o interesse em acompanhar o seriado, pois todos acabam sendo substituíveis. No entanto, o seriado procura inovar em outros aspectos o que gera um equilíbrio satisfatório na produção.

Vamos começar com a inteligente mudança de cenário. O que é um alívio ou corria o risco de Ransom se tornar facilmente uma cópia de Criminal Minds. Uma série que é ambientada quase que inteiramente nos Estados Unidos. Por se tratar de uma empresa, onde qualquer um pode contratar os serviços, Eric e equipe atendem ao redor do globo. Logo, temos episódios situados na França, Itália e em outras cidades da Europa. Cidades menos conhecidas e bem longe da capital.

O enredo de cada episódio é intrigante já que procura fugir dos clichês relacionados a sequestros e terroristas. Nem sempre é possível descobrir o que vai acontecer a seguir ou qual vai ser o desfecho do caso. Os personagens são um tanto engessados às vezes e insistem em seguir um protocolo que dificulta o desenvolvimento dos mesmos. No caso de Maxine e Eric pouco foi falado sobre o caso que resultou na morte da mãe da jovem. Sabe-se apenas que o seu interesse em trabalhar com Eric é para descobrir mais sobre o que aconteceu no dia.

Tendo isso como referência, nos resta esperar para descobrir se Ransom vai investir mais no desenvolvimento dessa história ou apenas usar seus personagens como condutores do roteiro episódio a episódio.

P.S: É possível acompanhar Ransom através do app da Globosat Play ou no canal Universal da tv a cabo.

Ficha Técnica
Criador: David Vainola, Frank Spotnitz
Roteiro: David Vainola, Frank Spotnitz
Elenco: Luke Roberts, Brandon Jay McLaren, Nazneen Contractor, Sarah Greene, Karen LeBlanc, Emma de Caunes, Natalie Brown, Jenessa Grant
Duração: 13 episódios