Share
Review: “Boneco do Mal” falha em conseguir assustar

Review: “Boneco do Mal” falha em conseguir assustar

gradedAlguns filmes não conseguem passar credibilidade mesmo tentando fortemente. Boneco do Mal entra nessa categoria. Longe de ser um Chucky de Brinquedo Assassino, o filme dirigido por William Brent Bell peca por não conseguir assustar o espectador. Nem uma única vez.

A personagem de Lauren Cohan, Greta, aceita trabalhar de babá do filho de um casal de idosos que possuem uma longínqua casa no meio do nada. Como está fugindo de alguns problemas, a localização da casa e a oferta de emprego não poderia ter vindo em melhor hora. Todavia, essa é mais uma daquelas premissas que nada aparenta ser como é. Nem a personagem principal, nem a casa e nem seus ocupantes.

boy1

De cara somos apresentados ao menino Brahms que não é bem um menino. Trata-se de um boneco de cera os quais os pais tratam com toda a delicadeza do mundo e caprichos, seguindo uma longa e precisa lista de tarefas. Óbvio que Greta acha que trata-se de uma piada, mas rapidamente ela descobre que não se deve brincar com a situação. A mãe ensina como tudo deve ser feito e orienta que Brahms não seja contrariado ou ela sofrerá as consequências. Nem a babá, nem o espectador consegue crer em nada do que é dito nessa primeira parte do filme que se arrasta enquanto acompanhamos a personagem matar o tempo nessa mansão isolada do mundo tendo como única companhia o entregador de compras Malcolm (Rupert Evans). Ele tenta inteira-la dos fatos e do que aconteceu ao verdadeiro menino para ser substituído por um boneco, mas Greta acha tudo jocoso demais.

Dias se passam e fica evidente que os pais não vão retornar. O espectador sabe bem disso, mas não Greta que passa a ter pesadelos horríveis e a nítida noção de que o boneco tem vida própria e ela deve obedecê-lo. Não tarda para que ela assuma o papel ao qual foi contratada e com isso o filme entra em outra espiral de tédio. As ações passam a se repetir novamente e parece que o filme pode acabar a qualquer momento. É então que a vida da qual Greta fugia decide ir atrás dela e as coisas ganham proporções alarmantes, com direito a plot twist sem graça.

boy2

Boneco do Mal, como tantos outros filmes, possui uma boa ideia a qual não é bem administrada. Como dito anteriormente, Chucky conseguia assustar muito mais na década de 80 do que esse boneco em molde de cera. A encarnação de Brahms está mais para Pinóquio na verdade, pois tudo o que ele quer é ser um menino de verdade. Bem, ele é um menino, não, um homem, que foi negligenciado pelos pais e isolado do mundo dentro da própria casa. Infelizmente, essa premissa foi melhor utilizada no filme Pesadelos do Passado (The Pact) o qual garante bons sustos, como deve ser em filmes do gênero.

E, quando se assiste a um filme pensando em outro, dá para saber desde o início que não vai ser bom.

legendagrades1