Share
Review: “D.U.F.F.” um filme teen com moral interessante

Review: “D.U.F.F.” um filme teen com moral interessante

Que a indústria cinematográfica está abarrotada de títulos teen, ninguém duvida. A maioria é mais do mesmo, porém, vez ou outra surge um título que traz algo novo, mesmo se apoiando em clichês.

Bianca não se importa muito com a sua aparência. E também não se importa com a opinião alheia. Bem, ao menos é isso o que ela pensava até seu vizinho e amigo de infância Wesley lhe dizer que ela é uma DUFF (sigla para Designated Ugly Fat Friend) das suas duas melhores amigas Casey e Jess. O que faz a garota mudar de atitude com as amigas e decidir que também mudará de estilo e assim, quem sabe, conseguir conquistar o menino por quem é apaixonada. Para tal ela propõe a Wesley ajuda-la, enquanto ela lhe salva de ser tirado do time por conta de sua nota baixa em química. O que os dois não esperavam era que Madison, a ex de Wesley, fosse publicar um video constrangedor de Bianca por puro senso territorial. Sem amigas e cheia de dúvidas, Bianca vai até o fim com o plano e  descobrir muito sobre si mesma e os outros.

O enredo em si é bastante óbvio. Sabemos que a aproximação de Bianca e Wesley vai culminar em algo a mais, os dois vão se estranhar e no final, tudo vai terminar bem. A clássica receita de bolo da avó que ninguém quer modificar. E as vezes, não faz mesmo sentido em mudar.

the_duff-1

A graça do filme está no termo DUFF e no fato de que não se aplica a literalidade da palavra, mas no conceito dela perante a sociedade e aos grupos de amigos. A personagem tem estilo próprio e possui duas amigas que são populares e paqueradas constantemente, mas ela não liga para isso. Acontece que há um abismo entre como ela vê as amigas e como as amigas são vistas por outras pessoas. E quando ela passa a ter essa noção, a situação complica e se sente traída, mas, nunca houve uma traição de fato. Casey e Jess gostam dela e nunca se importaram com a forma como se veste ou deixa de vestir. Poderiam não achar o máximo, mas não havia críticas a respeito. Afinal, são diferentes, cada qual com seu estilo pessoal.

E é aqui que entra a moral do longa ao mostrar que todo mundo é DUFF de alguém e isso não quer dizer que essa pessoa seja inferior as outras. Apenas que há exceções em vários grupos e eles mudam de acordo com o ambiente social em que se encontra e não há nada de errado nisso. Três amigas, com gostos e estilos diferentes, vão atrair atenções de pessoas diferentes. Pode ser que um amigo da Taylor Swift ache sua amiga mais bonita e interessante do que ela, por exemplo. Pode ser que a Katy Perry tenha sido trocada por uma menina mais tímida e recatada porque o cara não a achou tão interessante. E entre Casey, Jess e Bianca, o astro do time da escola preferiu a nerd que nunca se importou com a aparência.

Ou seja, no fim, todo mundo é a exceção de um grupo e tudo bem.