Share
Review: “Moana: Um Mar de Aventuras” moderniza o conceito de princesa

Review: “Moana: Um Mar de Aventuras” moderniza o conceito de princesa

gradeaAs princesas da Walt Disney Pictures existem desde 1938 com o lançamento da animação Branca de Neve e os Sete Anões. De lá para cá Aurora, Cinderela, Ariel, Jasmine e companhia foram se moldando conforme a história e a época. Logo, era de se esperar que em pleno 2017 a nova princesa da Disney seja Moana, futura líder do seu povo.

Embasada na cultura de diversos povos da Polinésia, Moana vive em uma ilha e é fascinada pelo mar, local o qual seu pai e atual chefe não permite que ela chegue perto e ninguém tem permissão de ir além do quebra-mar. Entretanto, Moana sente que o mar lhe chama, porém, deve acatar o pedido do pai e aprender como guiar seu povo seja lidando com problemas triviais ou assuntos mais sérios como o sumiço dos peixes e o fato das plantações estarem apodrecendo. Seguindo os ensinamentos de sua avó, Moana sabe que tudo isso está relacionado a maldição desencadeada pelo Semi-Deus Maui e devo ir atrás dele para que reverta a situação. Agora, se ele vai querer mesmo fazer isso por ela, não sabemos.moana_01

Bom deixar claro que não há nada de errado com as demais princesas e que todas serviram ao propósito quando foram criadas e não faz sentido demonizá-las por estarem de acordo com seu tempo. Por outro lado, com uma geração atual mais voltada para a desconstrução do papel da mulher na sociedade, natural que as animações passem a seguir esse curso, tendo em vista que auxiliam na hora de transmitir ensinamentos as crianças e até mesmo adultos. Moana não é apenas mais uma Princesa como nos moldes da Pocahontas, sendo a filha do chefe, mas carrega consigo questões profundas e que também fazem parte do nosso dia a dia e que certamente vai permear a cabeça de nossas crianças em algum momento. A encruzilhada entre ser quem queremos ou quem devemos. Enquanto assistia a animação podia ouvir claramente o diálogo entre Mufasa e Simba quando o pai entoa as famosas palavras: “lembre-se de quem você é”. Só que diferente de Simba que deixou tudo para trás, Moana não teve a oportunidade de ser quem queria e por isso não sabia como se comportar ou mesmo o que fazer. Nem quando conseguiu encontrar Maui suas angústias acalmaram. O mar continuava impondo uma missão a qual não sabia como concluir, apesar de querer bastante.

capamoanaa

A lição de Moana: Um Mar de Aventuras não é só uma, são muitas. Tem a ver com abraçar sua herança cultural, enfrentar obstáculos no escuro, expandir horizontes sem deixar que o medo domine e, acima de tudo, confiar em si mesmo. Moana possui uma confiança que só foi vista antes em Merida e que é projetada de forma diferente nessa animação. Não acredita exatamente em suas habilidades, mas sim no legado da sua cultura e que com isso vai ser capaz de salvar seu povo. Tudo isso vem embalado em muita música boa feita por ninguém menos que Lin-Manuel Miranda o homem do momento, além de cenários incríveis que saíram direto das ilhas da Polinésia e claro, uma dose de bom humor.