Share
Review: “Nosso Fiel Traidor” é o mais fraco de John le Carré

Review: “Nosso Fiel Traidor” é o mais fraco de John le Carré

gradecmaisAssim como o autor americano Dennis Lehane, o escritor britânico John le Carré teve vários de seus livros transformados em filmes ou séries e que seguem uma temática bem particular: o mundo da espionagem. São sempre filmes com teor sério e plots bem densos e, as vezes, difíceis de acompanhar.

O mais novo título a ganhar as telas do cinema essa semana é Nosso Fiel Traidor que conta com nomes como Ewan McGregor, Damian Lewis e Stellan Skarsgard no elenco.

No longa Ewan vive Perry, um professor de poesia que viaja com a esposa Gail vivida pela atriz Naomie Harris, conhecida também como a Miss Moneypenny nos filmes recentes do 007. Os dois estão tentando consertar seu casamento quando Perry conhece o enigmático Dima (Skarsgard), que o convida para uma festa e a partir daí tenta fazer uma amizade com o casal. Gail estranha essa repentina aproximação do russo e Perry é pego de surpresa quando Dima lhe revela que precisa de ajuda para tirar sua família do Marrocos em segurança, pois ele é o contador principal da máfia e com a ascensão do filho do antigo chefe ao poder, a vida dele está sob ameaça.

our-kind-of-traitor-2

Nosso Fiel Traidor é um daqueles filmes no qual é possível prever os acontecimentos, mas que mesmo assim nos prende até o final. São muitos personagens envolvidos, pouco tempo para apresentações, deixando claro que falta algo ali para sustentar melhor a trama. O que se torna um problema em filmes de espionagem, pois é preciso explicar bem algumas relações para que o desenrolar da história faça sentido. Aqui sabemos o suficiente para entender que Dima é ou foi um mafioso que decidiu se voltar contra os seus para garantir a segurança da família. E o casal Perry e Gail caem de para-quedas nessa confusão por terem se apegado as crianças e até mesmo a honestidade do próprio Dima que nunca mentiu sobre quem é ou o que faz.

our-kind-of-traitor-3

Não dá para dizer que faltou ação, tendo em vista que não é uma característica marcante dos filmes que tem como base livros ou contos do le Carré. Ele preza muito mais pelo desenvolvimento e um bom jogo de intrigas, do que perseguições de carros ou tiroteios. Todavia, isso não é explorado nesse título como foi nos demais e há algumas lacunas que não são preenchidas. A ligação instantânea de Dima com Perry é um tanto forçada ao mesmo tempo que tenta mostrar uma tangibilidade ao espectador. Em alguns momentos funciona em outros não. O casal de McGregor e Harris se assemelham mais a agentes que foram obrigados a interpretar um casal do que o contrário, como acontece no filme. Por fim todas as atuações são superficiais demais e isso prejudica o filme.

Nosso Fiel Traidor tinha tudo para ser promissor, porém vai se desfazendo pelo caminho e acaba sendo apenas mais um bom filme de espionagem.

legendagrades1