Share
“Star Wars: Os Últimos Jedi” [sem spoilers]

“Star Wars: Os Últimos Jedi” [sem spoilers]

Star Wars: Os Últimos Jedi é difícil de ser sintetizado em apenas um único texto. O oitavo filme da franquia criada por George Lucas na década de 70 tomou um rumo bem diferente do esperado.

Se no Episódio VII tivemos a retomada do Império, a destruição da República, a morte de Han Solo (Harrison Ford) e a descoberta de uma possível nova Jedi, aqui nada disso parece ter muita importância. Exceto a última parte. O diretor Rian Johnson, que também assina o roteiro, procurou tirar o foco dos grandes eventos e direcionar a visão do espectador para os conflitos de seus personagens.

O longa começa exatamente no ponto onde Rey (Daisy Ridley) vai se encontrar com Luke (Mark Hammil) na ilha. Longe dali, no espaço, os Rebeldes estão fugindo da perseguição acirrada do Império que conta com Supremo Líder Snooke (Andy Serkis) em pessoa para comandar. Mas não é a batalha que importa, ainda que tenha sido bem elaborada e empolgante, mas sim o peso que o fracasso dela tem sobre os Rebeldes. E nas consequências futuras, impactando até mesmo na sobrevivência da Aliança Rebelde.

A fagulha de esperança caminha igual para os dois lados. O Império acredita na força do Supremo Líder e em sua causa e por isso continuam em frente; ao passo que os Rebeldes tem esperança no retorno de Luke e que isso vá ajudar a reerguer a Aliança a fim de retomarem a República como antes. Só que são muitas peças se movendo ao mesmo tempo e nem todas estão em harmonia.

Rey espera que ao ir treinar com Luke Skywalker descubra um pouco mais sobre ela mesma, seus sentimentos em relação à força e o que aconteceu com os pais. Já Kylo Ren (Adam Driver) precisa aprender a lidar com seus conflitos internos se quiser continuar nas graças do Supremo Líder. Além deles, outras pessoas lidam com problemas pessoais como Finn (John Boyega) que não sabe qual é seu papel nessa guerra; Poe Dameron (Oscar Isaac) que está sendo insubordinado e nada racional; e até mesmo Luke Skywalker que se fechou para o mundo depois do que houve entre ele e o sobrinho.

Rian Johnson conseguiu triunfar pelo mesmo motivo que Gareth Edwards em Rogue One: ambos são fãs devotos da franquia. Assim como seu colega, ele captou o que era necessário para dar seguimento a história que supera e muito o Episódio VII. Os personagens ganharam profundidade, a trama tem uma atmosfera mais densa e intimista, os diálogos são elaborados e cheios de mistérios, e as cenas de batalha são de tirar o fôlego. Tudo isso gira em torno da polaridade de dois nomes: Rey e Kylo Ren. Ambos são o fio condutor desta trama ao mostrar que suas semelhanças são mais aparentes que as diferenças. Tal qual a Aliança Rebelde e o Império.

Star Wars: Os Últimos Jedi não é apenas mais um filme da franquia Lucasfilm. Retoma alguns conceitos apresentados na trilogia clássica, mas também foge do esperado ao sair de uma visão ampla de eventos e fazer com que o espectador foque sua atenção nas ações de cada personagem. Existem muitas coisas em jogo, ora, estão travando uma batalha pelo controle ou liberdade da galáxia. Porém, nada disso faria qualquer sentido se cada uma dessas pessoas não tivessem suas histórias pessoais contadas. São parte de um quebra-cabeça muito maior. E é assim que nascem os grandes heróis e vilões numa guerra.

SALA UCI XPLUS LASER

A convite da LucasFilm/Disney e UCI tive o prazer de assistir a Star Wars: Os Últimos Jedi na mais nova sala XPLUS Laser, exclusiva do Rio de Janeiro. A sala conta com um sistema de som Dolby Atmos™ com mais de 54 caixas o que faz com que o espectador consiga ouvir todos os sons do filme de qualquer canto da sala criando assim uma imersão bem maior. Em especial em filmes com tantos efeitos sonoros como nesse caso. Além do mais, a tela gigante em 4K e com projeção a laser proporciona uma imagem com nitidez ímpar, um contraste maior de cores e mais profundidade. Criando assim uma experiência única para assistir aos filmes no cinema.

Ficha Técnica 
Diretor: Rian Johnson
Roteiro: Rian Johnson
Elenco: Daisy Ridley, John Boyega, Carrie Fisher, Oscar Isaac, Mark Hammil, Andy Serkis, Laura Dern, Adam Driver, Domnhall Gleeson, Billie Lourd, Gwendoline Christie, Kelly Marie Tran, Benicio Del Toro, Lupita Nyong'o
Duração: 2h32min