Academia começa a promover as mudanças necessárias para os próximos anos!

Após a polêmica do #oscarsowhite no começo desse ano a Presidente da Academia Cheryl Boone Isaacs anunciou que as políticas e regras internas iriam sofrer modificações. A começar pela adição de novos membros e o fim dos membros vitalícios, o que obviamente não agradou ao já membros de longa data. Agora os membros participantes devem estar ativos em seu meio de trabalho para que continuem fazendo parte da Academia.

A Presidente prevê que até 2020 a Academia se torne mais diversificada internamente e que isso contribua para promover um universo cinematográfico mais amplo como tem pedido o público, além de acompanhar a evolução midiática tal qual a própria humanidade.

Foram enviados 683 convites sendo que 46% destinado a mulheres e 41% para demais etnias (latinos, asiáticos e afro-descendentes). O que acaba aumentando para 7 mil o número de membros atuais da Academia caso todos os convites sejam aceitos.

Alguns dos nomes convidados incluem: Brie Larson, Carmen Ejogo, Freida Pinto, Ice Cube, Chadwick Boseman, Andrew Garfield, Greta Gerwig, Oscar Isaac, Regina King, Byung-Hun Lee, Eva Mendes, Adepero Oduye, Nate Parker, entre muitos outros que podem ser conferidos aqui no próprio site da Academia. A lista inclui também dois brasileiros: Lula Carvalho e Anna Muylaert. Lula entrou como Diretor de Fotografia por seus trabalhos em RoboCop e As Tartarugas Ninjas: Fora das Sombras e Anna entrou no nicho dos Diretores pelo longa A Que Horas Ela Volta?.

E o que tudo isso significa?

Bem, com esse aumento de membros votantes a Academia atende não apenas ao pedido do público, como se renova e pode passar a refletir o consumo cinematográfico das massas, deixando de ser um tanto elitista. Óbvio que o filme que possuir mais lobby (ou seja, divulgação e marketing) ainda será considerado favorito entre a maioria dos membros, todavia, com mentes antenadas no mundo atual espera-se títulos mais diversificados para o futuro. Ainda não há o equilíbrio necessário entre os votante, a maioria continua sendo de homens brancos, porém é um processo que tem até 2020 para ser concluído de acordo com o que foi anunciado pela Presidente da Academia Cheryl Boone Isaac.

Melissa Andrade

Jornalista, Crítica de Cinema há mais de 10 anos, Podcaster, extremamente curiosa, com incontáveis pequenos conhecimentos em diversas áreas e Marvete com orgulho!

One thought on “Academia começa a promover as mudanças necessárias para os próximos anos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *