Na Estante: “The Fate of Ten” de Pittacus Lore

Se tem uma franquia que passou (quase) batida devido ao fracasso do filme Eu Sou O Número Quatro foi Os Legados de Lorien. O que é ao mesmo tempo uma pena e muito bom. Por que digo isso? Bem, assim não existe um hype estúpido em cima da franquia e o autor consegue trabalhar em paz sem ninguém pressionando, além, é claro do editor dele.

Desde 2011 os livros tem sido lançados aqui no Brasil pelo selo da Editora Intrínseca, porém comecei a ler justamente quando saiu a edição americana e são os que tenho comprado desde então. Pittacus Lore é na verdade pseudônimo utilizado por James Frey e Jobie Hughes e os dois se empenham bastante para fazer a história valer a penas.

O que aconteceu até agora em um resumo do resumo?

bookfateJohn Smith e seu cêpan (mentor) vivem na Terra incógnito. John só quer ser um adolescente normal, mas precisa viver escondidos dos Mogadorians a raça alienígena que destruiu seu planeta natal Lorien. Junto com Henry vem aprendendo a lidar com seus poderes que vão surgindo aos poucos. Porém, John por ser o número 4 é o próximo a ser caçado pelos Mogs já que os Garde (nome do grupo o qual ele pertence e que contém nove pessoas) só podem ser mortos nessa ordem. Bem, John sobrevive, conhece Six e Sarah que se torna sua namorada. Os três com Sam fogem da pequena cidade de Paradise e colocam o pé na estrada a fim de reunir os demais membros da Garde na busca por uma solução para matar Setrákus Ra e impedir que os Mogadorians dominem a Terra como fizeram com Lorien. No caminho eles encontram o restante dos membros do Garde, mas nem todos são confiáveis e o cerco contra eles se fecha ainda mais, pois o governo americano está aliado ao Setrákus Ra. Felizmente eles podem contar com a ajuda do pai de Sam e de Adam, filho de um general Mogadorian que discorda da causa pela qual seu povo luta após fundir consciência com a garde número 1 e herdar os poderes dela. Por mais que tenham lutado a guerra chegou a Nova Iorque e ao redor do mundo e agora que foram totalmente expostos é hora de fazer o que puderem para salvar o planeta e a humanidade.

A nave mãe de Setrakus Ra desceu com tudo o que podia sobre Nova Iorque e a cidade está praticamente arruinada. John está praticamente esgotado e não consegue mais lutar, além de continuar surpreso com o fato de Sam possuir poderes agora também. No México Marina, Six e Adam despertaram a entidade loriana que jogou o poder das loralites sobre a Terra e eles não fazem ideia do que isso causou. No entanto o trio está preso na floresta tropical graças a sabotagem de Phiri Dun Ra. Numa outra parte de Nova Iorque Nine vem batalhando fervorosamente contra o Cinco e é atrás deles que John e Sam estão até cruzarem com Daniela, uma garota aparentemente comum que acabou desenvolvendo poderes igual ao Sam. O que está acontecendo? Tudo piora quando Ella entra em contato com John e avisa que para que tudo termine bem ela precisa morrer e romper o elo com Setrakus e assim, deixa-lo vulnerável, algo que não agrada em nada o rapaz. Com tantos problemas surgindo a situação tende apenas a piorar quando Setrakus Ra chega ao templo no México e começa a sugar a energia. O trio que continua lá adentra numa batalha, mas eles não esperavam pelo reverse que o confronto teria para todos. Incluindo aqueles lá longe, em Nova Iorque.

Por se tratar do penúltimo livro a trama tem uma evolução bem morna e menos agitada do que os demais títulos da franquia. A história em si não caminha muito e apenas mostra uma novo arco faltando poucas páginas para o final deixando o leitor com uma sensação amarga e que talvez não houvesse necessidade de estender a história em mais um, sendo possível encerrar em seis volumes como era o previsto. A narração alterna entre John, Six e Ella com um final deveras chocante matando (talvez) um personagem central que existe desde o primeiro livro. Que repercussão isso terá para os demais, só aguardando o próximo para saber. Ao menos sabemos que os autores não tem problemas em eliminar grandes personagens para o bem da trama, então podemos temer por mais algumas vidas no futuro.

O livro em português será lançado ainda esse mês pela Intrínseca.

Melissa Andrade

Jornalista, Crítica de Cinema há mais de 10 anos, Podcaster, extremamente curiosa, com incontáveis pequenos conhecimentos em diversas áreas e Marvete com orgulho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *