Na Estante: “United As One” – Lorien Legacies de Pittacus Lore

Foram seis anos de espera e angústia. Seis longos anos para saber o desfecho da história e dos personagens. Seis anos livro1de suspense crescente e a iminência de uma guerra com muitas casualidades. Seis anos de uma ótima aventura e que infelizmente não fez o sucesso que merecia por aqui, e até mesmo na terra de origem, tudo culpa do filme.

Ainda bem que nada disso afetou as futuras publicações que continuaram saindo e expandindo mais e mais o universo dos Garde e seus aliados. Se você caiu aqui de paraquedas vou explicar de forma bem resumida o que aconteceu de mais relevante nos livros até culminar nesse último título, então, se não quer spoilers, não siga adiante.

livro2Bem, John, Six, Nine, Marina, Ella, Five e Eight são membros do Garde, uma espécie de elite do planeta Lorien. O planeta é atacado pela raça Mogadorian e os anciões de Lorien decidem mandar as crianças para a Terra na esperança de que um dia elas possam reconstruir o planeta. Só que os Mogadorians também vão para a Terra atrás das crianças e conseguem capturar e matar os números 1, 2 e 3. John, que é o número 4, é o próximo da lista e precisa continuar escondido, porém, o inimigo o encontra e ele trava sua primeira batalha fugindo logo em seguida para não ser capturado por autoridades. Junto com livro5Sam, seu melhor amigo, Sarah sua namorada e Six que o encontra na batalha decidem partir atrás dos outros membros antes que o inimigo os encontre. Assim, Marina que está escondida na Espanha o encontra pela internet. Ella que foi a última a partir de Lorien encontra Marina e depois juntas elas encontram Eight na Índia. Já John e Sam encontram com Nine e depois juntos eles encontram o Five. Todos os sete estão reunidos, treinando juntos, quando chega a apunhalada de Five livro4que era espião do inimigo esse tempo todo e eles sofrem um terrível ataque surpresa. John sente que não estão preparados para enfrentar o líder Sétrakus Ra até Adam, que é um Mogadorian e possui os poderes da número 1 se aliar a eles e prometer ajudar a acabar com a invasão do seu próprio povo. Então a narrativa se divide em três personagens, John que ao lado de Adam tenta encontrar uma forma de derrubar o líder e resgatar Ella que foi capturada no ataque surpresa e está sofrendo tortura por parte do líder que descobrimos ser o avô da garota e um Loric. Já Six está tentando acalmar Marina que quer vingança pela morte de Eight. Eles descobrem que Sétrakus quer a localização de Pittacus Lore na Terra e que não se trata de uma livro3pessoa mas sim de um local, um templo. Com muito custo eles entram no templo, despejam todo o conteúdo que tinham de suas arcas e acabam liberando a energia de Lorien sob o planeta Terra. Eles não sabem o que acabaram de fazer, mas talvez seja a resposta para salvar a todos. Enquanto isso a identidade de Sétrakus Ra é revelada para todo o mundo elivro6 começam os ataques em Nova Iorque. John está bastante debilitado de ter curado muitas pessoas e Sam decidi que eles devem se esconder por um tempo e acabam encontrando Daniella, uma garota comum que acabou de descobrir que tem poderes como eles. Os membros do Garde restante precisam encontrar uma maneira de deixar o líder vulnerável para que possam atacar e dar um fim a invasão, como está usando a própria neta de escudo a garota se sacrifica e acaba recebendo a energia de Lorien que a usa como transmissor de notícias que não serve de muita coisa, além de deixar todos mais aflitos. E como desgraça pouca nunca vem sozinha, Sarah que tinha ido ao encontro do grupo que estava auxiliando os Garde a localizar as bases dos Mogadorians, acabam fatalmente ferida para proteger a Six e é aqui onde começamos o último livro.

Óbvio que esse resumo não aponta nem a terça parte do que de fato aconteceu em seis livros, mas é preciso levar em consideração a quantidade absurda de personagens principais que existem, sub-plots e como cada um tem sua importância para a construção da trama como um todo. Sem mencionar os livros extras que são chamados de Arquivos Perdidos e que complementam a história central de forma espetacular.

livro7Em United as One temos a desconstrução definitiva do personagem do John Smith como herói. Com a morte de Sarah, vemos que John passa a não ver qualquer sentido em continuar vivo o que acarreta em escolhas malucas, missões suicidas e que coloca todos em estado de alerta. Todavia, querendo ele ou não, os demais membros do Garde o veem como um líder, principalmente sendo a reencarnação de Pittacus Lore já que ele também tem o legado máximo de absorver outros poderes e aprender a usa-los. Com isso encara a tarefa de tentar se dar bem com Five, mesmo a contragosto de Nine e de todos os demais membros, porque se precisa de todas os legados possíveis, voar certamente é um deles e algo que de todos só o Five consegue fazer. Os treinos não saem a princípio como o planejado, pois todos temem que o ex membro possa dar uma de louco, atacar todos e fugir, mas não é o que acontece. Ele se arrepende do caminho que escolheu ao mesmo tempo que sabe não ter volta para o meio dos seus. Ainda assim, John vive uma melancolia constante que preocupa a todos e incomoda o leitor que espera ansiosamente uma reação do rapaz, mas não a que ele escolher fazer, deixando todos em perigo.

Ao mesmo tempo que certas situações deixam o leitor irritado, são elas que tornam a saga inteira muito mais tangível ainda que se tratando de uma fantasia ficcional. Os autores se preocuparam em ambientar a trama de forma que é possível entender e aceitar algumas reações, seja dos personagens ou mesmo do mundo a volta deles. Tiveram cuidado em situar os acontecimentos finais de modo que ficasse parecendo mais real as decisões dos líderes dos países e as soluções por ele apresentadas. Bem provável que exista um plano de contingência pronto rolando na mesa de líderes de estados por aí.

Esse livro é muito mais tático do que qualquer outro procurando ilustrar com cuidado os pensamentos e atitudes de todos os personagens restantes de forma que seja simples conectar as ideias e compreender as decisões de cada um. E já que o líder natural não está apto a ficar no comando nós temos a ascensão de Six que não quer ficar na liderança, mas o grupo precisa de alguém em quem confiar e obviamente nenhum membro do governo está a altura do cargo. Assim temos possivelmente um desfecho bastante interessante para o livro, pois não é John quem derrota Sétrakus Ra e sim Six, que mesmo bastante debilitada consegue acabar com o vilão e ainda salvar John e Adam no caminho. E é aqui que as coisas começam a se tornar obscuras.

United as One não termina como a maioria dos livros do gênero ou mesmo como esperávamos. Não existe final feliz, apenas uma vírgula do que deduzimos seja a continuação da história pós-invasão Mogadoriana. John está vivendo escondido, meditando, curando as feridas internas enquanto isso seus amigos estão ajudando o governo a treinar os humanos que ganharam habilidades como eles. Aquele esquema de ter que se registrar como vimos em Guerra Civil. Ele não quer ter que responder a ninguém e muito menos ter que mandar alguém fazer algo, mas sente que o verdadeiro sentido de Lorien pode estar se perdendo e decide se conectar mais uma vez com os amigos. Refaz um novo pingente e entrega um a um a seus amigos de forma que quando precisem, vão saber que o outro está em perigo. Agora, é Adam que se encontra na pior situação. Mesmo tendo ajudado a acabar com a invasão foi exilado lá no Alasca com o restante dos Mogadorians que se renderam. John fica extremamente preocupado com o amigo que afirma estar ali para proteger seu povo e prevenir que nada de ruim aconteça, mas admite que não é o melhor lugar para se viver em condições quase que sub-humanas e sob a mira das armas do exército. O medo permanece.

Lorien Legacies levou mais tempo do que o esperado e não decepcionou. Com uma narrativa rica em detalhes e personagens cativantes, além de tangíveis a saga encerra com um último livro que vai alegrar e entristecer os fãs ao mesmo tempo. Foi bom enquanto durou.

Melissa Andrade

Jornalista, Crítica de Cinema há mais de 10 anos, Podcaster, extremamente curiosa, com incontáveis pequenos conhecimentos em diversas áreas e Marvete com orgulho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *