Recap: “Colony” – A Brave New World (1×02)

E parece que não teremos respostas quanto a ocupação dos novos habitantes tão cedo. O que pode ser uma coisa boa ou ruim. Vai depender de como a série irá manter sua narrativa até lá.

Enquanto isso, vemos como a família Bowman está se adaptando a nova realidade. Will descobre que Snyder mentiu sobre seu cargo na agência e é destacado para perseguir o cara que plantou a bomba e denunciou seu paradeiro. Algo que muito interessa a sua esposa que precisa que o marido lhe conte essas coisas e assim ela possa alimentar a resistência com informações importantes.

Foi um episódio mais interessante que o piloto e não tão picotado, o que já é um grande avanço. Will está com foco no filho desaparecido e aprende a duras penas que as vezes será necessário sacrificar pessoas próximas em prol do que se quer. Algo que talvez Claire também concorde, mas sua posição nessa história ainda não é tão clara. O que condiz com muita coisa na série.

colony_ep2_recap

Esse mistério todo em torno dos colonizadores e da ocupação faz com que as atitudes dos personagens sejam questionadas, pois não sabemos a base para que eles ajam dessa maneira. Porque se formos seguir a lógica e sendo o intuito do Will recuperar o filho a todo custo, por que então Claire não está ao seu lado o apoiando e saiu correndo contar para a resistência que ela poderia ser uma informante? Ela não quer recuperar o filho? Não acha que o menino ainda esteja vivo? Por que ela decidiu participar da resistência?

Sabemos que por ter feito parte do FBI fica mais difícil para o Will se juntar a algo que vai contra tudo aquilo ao qual foi ensinado. Ele pode ter deixado de ser um agente, mas o agente não saiu de dentro dele. O que fica claro nas táticas que usa nesse episódio ao lado de seu novo parceiro, Apollo Creed. Não, não é esse o nome. Mas o papel é do ator. Carl Weathers faz o agente Beau que parece estar encostado naquela mesa um tempo e não tem a menor pressa de resolver nenhum dos casos no qual irá por as mãos. Podendo entrar em conflito direto com Will que aceitou esse trabalho apenas para reaver o filho. Entretanto, os dois ainda estão se conhecendo e pode ser que haja uma parceria significativa para o futuro. Ou não.

Mais mistérios foram apontados como a chefe do Will ser ex-integrante da CIA e presumidamente, todos terem sido assassinados. Aliás, creio que todos os antigos agentes foram, mas o protagonista e a família viviam de forma clandestina. E a tal fábrica para a qual ninguém quer ser enviado. Parecia mais projeto científico ou que todos fariam parte de algum abatedouro. Confuso e estranho. Espero por mais ficção cientifica do que drama no próximo episódio.

Melissa Andrade

Jornalista, Crítica de Cinema há mais de 10 anos, Podcaster, extremamente curiosa, com incontáveis pequenos conhecimentos em diversas áreas e Marvete com orgulho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *